Top Menu

Carioca, de onde vem essa palavra?

O termo aportuguesado carioca, que passou a designar todas as pessoas nascidas no município do Rio de Janeiro, surgiu entre os primeiros portugueses que chegaram à cidade. Nessa época, eles começaram a pintar as suas casas de branco e por isso os índios locais, na linguagem Tupi, começaram a se referir tanto a estas casas, quanto ao próprio homem branco como “kariîó” = branco e “oka” = casa. Os índios passaram a usar essa palavra logo após a fundação da cidade do Rio de Janeiro, mas o termo só começou a ser largamente usado pelos moradores a partir do século XVIII.

Tem coisa mais carioca do que a dupla biscoito Globo + mate?

Outra versão para “carioca”

Outra versão diz que “carioca”, de origem Tupi, se refere ao rio que abastecia a região com água potável, onde habitava o “acari”, uma espécie de peixe de água doce, que naquele rio fazia a sua “oca” (casa), daí o termo “carioca”. Esta denominação foi amplamente difundida depois da construção, em 1750, do Aqueduto da Carioca, hoje conhecido como Arcos da Lapa.

carioca
Tem coisa mais carioca do que os coloridos guarda-sois?

E a expressão “carioca da gema”?

Essa expressão se refere aos indivíduos nascidos e criados na cidade do Rio de Janeiro, filhos de mãe e pai cariocas, portanto considerados como “legítimos” e que seguem com os costumes locais. Ou a explicação romanceada, onde “gema” refere-se às pedras preciosas, por conta da beleza da cidade! Prefiro esta última versão!

carioca
Tem coisa mais carioca do que usar essas sandálias pra tudo?

Indo muito além do significado da palavra, na minha opinião ninguém traduziu melhor o que é ser carioca, ou o “carioca way of life” do que Tom Jobim e Vinícius de Moraes com suas belíssimas composições, tais como “Garota de Ipanema”, “Ela é Carioca” e “Samba do Avião”, entre outras. E nada projetou mais o Rio de Janeiro, os cariocas e o “Brazil” para o mundo do que a Bossa-Nova, estilo de música que cantou e encantou, mundo afora, a essência da nossa alma.

carioca
Tem coisa mais carioca do que a dupla biscoito Globo + mate?

Há, também, o maravilhoso e inspiradíssimo “hino” “Aquele abraço”, de Gilberto Gil, uma verdadeira ode à cidade e explícita declaração de amor ao Rio de Janeiro! Sim, apesar dos pesares, o Rio de Janeiro continua Lindo! Abro aqui um parênteses para a carioquíssima Adriana Calcanhoto, gaúcha que também e tão bem captou “a dor e as delícias” de se viver no Rio de Janeiro, na sua belíssima música, “Cariocas”:

Cariocas são bonitos
Cariocas são bacanas
Cariocas são sacanas
Cariocas são dourados
Cariocas são modernos
Cariocas são espertos
Cariocas são diretos
Cariocas não gostam de dias nublados

Cariocas nascem bambas
Cariocas nascem craques
Cariocas têm sotaque
Cariocas são alegres
Cariocas são atentos
Cariocas são tão sexies
Cariocas são tão claros
Cariocas não gostam de sinal fechado

Rio Patrimônio da Humanidade!

carioca
Tem coisa mais carioca do que a canga?

Considerações sobre o que é ser carioca que peguei emprestado aqui

  1. É quem nasce ou mora no Rio é Carioca, não importa em que cidade. “Fluminense” pra gente é time de futebol;
  2. É ficar deprimido com qualquer temperatura abaixo de 25°
  3. É achar que chuva só deveria cair entre 2 e 4 horas da manhã.
  4. É “se amarrar” no sotaque do Mineiro, do Gaúcho e de todo o Nordeste em geral, e morrer de rir com o sotaque do Paulista, sem perceber que o nosso sotaque é o pior de todos;
  5. É já nascer com uma rixa natural com Argentinos e Paulistas, mas visitar Buenos Aires e São Paulo muitas vezes!!!
  6. É ir ao Cristo Redentor ou ao Pão de Açúcar pela enésima vez, pra acompanhar o gringo que veio visitar sua empresa, ou parentes de fora e continuar achando lindos!

E acrescento:

  1. É ser bonito(a) e sarado(a)
  2. É usar bermuda e sandália havaiana em quase todo lugar, sempre!
  3. É adorar praia com a dobradinha mate + biscoito Globo
  4. É jogar frescobol, altinho e futevôlei
  5. É ser solidário, prestativo,  hospitaleiro e bem humorado
  6. É falarrrrr com o rrrr bem exagerado!
  7. Infelizmente, é não ser pontual…
carioca
Tem coisa mais carioca do que o Maracanã?
Translate »
Close