Top Menu

Museu do Amanhã quase pronto!

O Museu do Amanhã, em fase de finalização, é um espaço onde o visitante será convidado a examinar o passado, conhecer as transformações atuais e imaginar cenários possíveis para os próximos 50 anos. Isso acontecerá por meio de ambientes audiovisuais, instalações interativas e jogos disponíveis ao público, em português, inglês e espanhol.

Não há tempo a perder!

A curadoria do museu acredita que ”as próximas cinco décadas devem condensar mais mudanças que os últimos dez mil anos! Por essa razão, o intuito das exposições é fazer com que os visitantes pensem sobre o impacto de suas escolhas feitas hoje, que moldarão diferentes ‘amanhãs’ possíveis. Devemos pensar o futuro com base em seis grandes tendências do Amanhã: mudanças climáticas, crescimento da população e da longevidade, maior integração e diversificação, avanço da tecnologia, alteração da biodiversidade e expansão do conhecimento”. Não vejo a hora de poder ir lá!

Museu do Amanhã
Quase pronto!

Localização

O museu está localizado no Píer Mauá, como uma das âncoras do Porto Maravilha , que é um amplo projeto de revitalização da Região Portuária, promovido pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Serão cerca de 30 mil metros quadrados de área externa, com jardins, um espelho d’água, ciclovia e uma agradável área de lazer, com visa para a Baía de Guanabara!

Área do Museu do Amanhã

Concebido pelo renomado arquiteto espanhol Santiago Calatrava,  o prédio terá 15 mil metros quadrados de área construída e contará com dois andares conectados por rampas. Além da Exposição Principal, o museu ainda oferecerá uma série de atividades educativas, um laboratório de experiências em inovação, um observatório que mapeia os sinais vitais do planeta e serviços para o público, tais como cafeteria, restaurante e loja.

Maquete 1
Maquete 1
Maquete 2
Maquete 2

Sustentabilidade é a palavra-chave!

A construção tem dado especial atenção a pequenas atitudes que, somadas, evitam grandes impactos. Um bom exemplo se refere à escolha de materiais reciclados de alta durabilidade, que não agridam o ambiente e que sejam produzidos próximos ao local da obra, por exemplo.

As águas da Baía de Guanabara serão utilizadas na troca de calor com o sistema de climatização do prédio. Realizada de forma a não prejudicar a vida marinha, essa troca possibilitará, ainda, que as águas sejam filtradas durante o processo. A geração de energia para uso interno será feita por meio da instalação de placas de captação solar, que transformam a luz do sol em energia elétrica. O projeto prevê que as estruturas da cobertura do edifício se movimentem ao longo do dia para captar a maior quantidade possível de luz solar.

Museu do Amanhã

Museu do Amanhã
Fotos de 12/10/2015

Um novo point carioca!

Este será, sem dúvida alguma, mais um interessante local de visitação para cariocas e turistas, reintegrando a antes degradada área portuária, à linda paisagem da cidade! Ela merece! E nós também!

Fotos 12/10/14
Foto de 12/10/14

Deixe um Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Translate »
Close