Top Menu
rsz_capa

De carro pela Croácia

Antes de deixarmos Zagreb rumo ao Parque Plitvice, que fica a 140 km ao sul, pegamos o carro na mesma rua do nosso apartamento, pois o Zigzag Zagreb tem uma parceria com uma locadora de automóveis. Eu recomendo esse serviço, pois além da proximidade e da facilidade, o nosso modelo era o que tinha sido prometido e tudo correu bem durante toda a viagem. Como fomos na alta temporada, fizemos a reserva com antecedência, pois isso é fundamental, para não ter surpresas desagradáveis!

Dirigir na Croácia é simplesmente fantástico, outra grata surpresa pra mim! As estradas são novas e impecáveis e, mesmo com as placas de sinalização escritas em croata, dá pra se achar perfeitamente bem. Mas, isso não quer dizer que um GPS não seja necessário, muito pelo contrário, então leve o seu ou alugue um juntamente com o carro.

As lindas cachoeiras da parte alta do Parque Plitvice (foto do site)
As lindas cachoeiras da parte alta do Parque Plitvice (foto do site)

Recomendo também ter um mapa do lugar! Ele vai facilitar muito a sua vida, principalmente naquela hora crucial em que o GPS der uma pirada, porque ele sempre dá, e ficar recalculando, recalculando, recalculando… Se você não precisar usar o mapa, ótimo, vira suvenir!

Z2
É isso que te espera!

Parque Plitvice: simplesmente imperdível!

O Plitvička Jazera Nacionalni Park, era mais um local dos meus sonhos desde que vi, há muito tempo atrás, uma foto divina dos seus lindos lagos e cachoeiras, cortados por belas passarelas de madeira. Este santuário ecológico pode ser facilmente alcançado de ônibus, que saem da capital com frequência. De Plitvice também há vários ônibus para outros destinos, como Zadar e Split, então seja qual for o seu itinerário, o ideal é comprar as passagens com antecedência também!

rsz_594
Água cristalina em tons do verde esmeralda ao azul turquesa
capa5
As passarelas flutuando sobre as águas!

Eu, particularmente, não recomendo passsar apenas o dia em Plitvice, porque o parque é muito bonito. Mas, se não tiver outro jeito, há um guarda-volumes na entrada nº 1, feito especialmente para quem não vai pernoitar e não está de carro. Já na entrada nº 2 ficam os hoteis maiores, mais confortáveis e com estacionamento, boas opções para quem quiser passar a noite.

Veliki slap i Sastavci
Verde também é a cor mais quante!
capa6
Mas azul continua sendo a cor mais quente de todas!

Onde ficar

Ficamos no Hotel Jezero, que tem uma boa infra-estrutura, quartos grandes e confortáveis, mas está precisando de uma modernização. Porém, a sua localização não poderia ser melhor, a apenas 200 metros da entrada n° 2 do parque! Esse hotel é muito procurado, então é bom fazer uma reserva antes, principalmente se for na alta temporada. Outras opções são o Hotel Belevue e o  Hotel Plitvice.

12491332
O amplo e confortável quarto do hotel

Como no Hotel Jezero há muitos quartos, o café da manhã nesse hotel era cheio, tumultuado e meio de carregação. Mas, o almoço e o jantar, para minha surpresa e deleite, foram muito bons: comi um carneiro assado e depois um salmão grelhado e ambos estavam maravilhosos!

_MG_1657
A boa estrutura montada na entrada nº 2, perto do Hotel Jezero

Descritivo do Parque Plitvice

O local, tombado em 1979 como Patrimônio da Humanidade, pela UNESCO, é um dos principais cartões-postais da Croácia e uma atração popular no país, desde o fim do século XIX. O Parque Plitvice é protegido oficialmente desde 1949 e está localizado no coração das Bálcãs, num imenso vale de 294,82 km² de florestas que, conforme as estações do ano, vão mudando completamente de cor.

Sastavci
Primavera/verão

Os lagos e cascatas também variam do azul turquesa ao verde esmeralda, por conta da claridade do dia, dos sedimentos calcários e das algas que estão presentes nas águas cristalinas da região, que formam lindos espelhos d’água! A floresta é composta por faias, abetos, pinheiros e freixos, que tornam o parque ainda mais verde no verão e bem colorido no outono!

823_3174
Outono colorido
Sastavci
Inverno, brrrrrrrrrrrr!

Este cenário de sonhos pode ser quase que totalmente contornado a pé, como mostra o mapa abaixo: a partir da entrada nº 1, à direita, ou da entrada nº 2, à esquerda. A distância que separa uma entrada da outra é de 2 km, e ambas contam com estacionamento para carros e ônibus de excursão, restaurante, cafeteria, lojinha, tourist information  e toaletes.

Mapa do Parque Plitvice
Mapa do Parque Plitvice

Não se esqueça de pegar antecipadamente um mapa do parque no hall do hotel ou compre um no tourist information, para escolher o seu roteiro com calma! Estudar o roteiro previamente é imprescindível, pois há várias opções de percurso! Há tours guiados (pagos) e dá até para fazer cerimônias de casamento lá!

lagos-plitvice-croacia-pasarela
Tudo é tão bonito que nem se sente a caminhada

Os vários roteiros

As caminhadas são feitas por cima das inúmeras passarelas de madeira, que parecem flutuar sobre as águas, e também pelas trilhas previamente demarcadas. As opções de passeio variam entre 2, 4, 6 ou até 8 horas de duração, então é o turista quem decide qual vai ser o seu roteiro, de acordo com o tempo disponível, preparo físico e disposição!

map-plitvice
Amarelo: trilhas; roxo: barco; preto: ônibus; vermelho: estrada

Já a travessia do grande Lago Kozjak é feita por barcos elétricos, que são silenciosos e ecológicos. Os trechos feitos pelos ônibus articulados facilitam a vida de quem está cansado, com pressa ou tem mobilidade reduzida. Todos os pontos das paradas, tanto dos barcos, quanto dos ônibus, estão em lugares estratégicos, para facilitar a escolha do percurso e a locomoção.

531
Barco elétrico
plitvice-train
Ônibus articulados

No início, essas marcações P1, St1, etc. parecem confusas, mas não são, pois os mapas enormes que estão nas entradas 1 e 2 do parque mostram como os circuitos funcionam. Além disso, as pessoas que trabalham nos hoteis, nos tourist information, nos barcos e nos ônibus também ajudam os “turistas perdidos” dando mais orientações!

z5
Os lagos em vários níveis

Lagos, flora e fauna

Ao todo o Parque Plitvice tem 16 lagos, localizados em diferentes níveis, interligados por 62 cascatas e quedas d’água, algumas com até 78 metros de altura. São duas áreas distintas: 1) Upper Lakes (12 “Lagos Superiores”), cercados por vegetação mais densa e com lagos mais profundos.

National Park Plitvice Lakes Croatia (18)(1)
Upper Lakes (foto do site oficial do parque)

2) Lower Lakes (4 “Lagos Inferiores”), área limitada por grandes paredões rochosos, onde os lagos são mais claros e menos profundos. Juntas, essas duas áreas completam esse lindo fenômeno da Mãe Natureza, que é muito bem cuidado e preservado pelos croatas, como um valioso tesouro!

Velike kaskade na Donjim jezerima
Lower Lakes (foto do site oficial do parque)

O Parque Plitvice possui rica fauna e flora, com mais de 1.267 espécies de plantas de 112 famílias distintas, 55 tipos de orquídeas, 161 espécies de pássaros e 321 espécies de borboletas (76 diurnas e 245 noturnas). Há também ursos pardos, lobos, javalis, jararacas, veados, linces, lontras, entre outros animais.

Parque-Nacional-Plitvice-Croacia-viagem-dica-confesso-que-fui-2
Fauna, flora e água exuberantes
20150518-DSC_6282
Paraíso para vários animais

Preços e horários de funcionamento

Visitar o Parque Plitvice é um programa absolutamente imperdível, que deve ser feito com calma e contemplação! Por isso, recomendo dois dias inteiros, principalmente na alta temporada, quando o lugar fica muito cheio e não dá para fazer os passeios com pressa. O horário de funcionamento é das 7:00 às 19:00 horas na alta temporada e de 7:00 às 18:00 horas, na baixa.

Os preços variam bastante conforme a temporada (baixa, média e alta); se é adulto, estudante ou criança (abaixo de 7 anos não paga); se forem grupos de no mínimo de 15 pessoas (preços variam entre grupos de crianças, de estudantes ou de adultos); há descontos nos passes de 2 dias. Hoje, 1 kuna vale aproximadamente 7 dólares.

The waterfalls of Plitvice National Park in Croatia
As cores do outono

Nosso roteiro

Nós chegamos ao parque à tarde e, como o tempo não estava muito bom, começamos o passeio pela entrada nº 2, pois este era o percurso mais próximo do nosso hotel. Seguimos de barco pelo trecho P1-P2 e depois caminhamos em volta dos lagos Gradinsko e Galovac. Fomos até perto do ponto ST3, onde pegamos o ônibus de volta, pois já estava ficando tarde e estávamos cansados e com fome!

500
Um dos 1001 lugares para se conhecer antes de morrer!

Nessa parte do parque, muito verde e úmida, há pequenas cascatas e lagos circundados por bonitas passarelas de madeira, bem adequadas para o lugar, em termos estéticos e ecológicos! A paisagem é exuberante, mas não tão grandiosa como as que vimos no outro itinerário, no dia seguinte!

rsz_526
Nem a chuva fina atrapalhou o nosso passeio

Na manhã seguinte acordamos cedo e, para nossa alegria, o dia estava lindíssimo! Então, gastamos cerca de 7 horas na maior e melhor parte do parque, que fica na direção da entrada nº 1, a área dos “Lagos Inferiores”. Para chegar lá, pegamos um barco maior que atravessou o grande Lago Kozjak, o que já foi um “aperitivo” para as maravilhas que vieram a partir do desembarque, no P3!

rsz_537
Lago Kozjak

No P3 há uma grande e bucólica área para piquenique, com restaurante, toaletes e posto de informação turística. Partindo de lá, fizemos quase que todo o passeio a pé, andando pelas passarelas de madeira e contornando o parque num sobe e desce constante, já que as cascatas e os lagos estão em vários níveis diferentes, o que torna esse lugar tão especial e incomum!

rsz_20140824_121207_richtonehdr
É só se deixar guiar pelas passarelas
rsz_20140824_122036
Terra, planeta água!

Há vários mirantes pelo caminho, alguns com belas panorâmicas das cachoeiras e dos lagos, quando se percebe claramente os diferentes patamares em que eles estão dispostos! É como se tudo tivesse sido graciosamente colocado lá por mãos divinas (e não foi assim?)!

rsz_547
Sem photoshop!

Também é possível ver as passarelas lááááá embaixo, quase que totalmente tomadas pela colorida procissão de pessoas, andando numa alegre e interminável fila indiana! Apesar do calor, a brisa era constante e os lagos e cascatas refrescavam bastante o lugar.

rsz_584
Acima à esquerda, as formiguinhas humanas em fila indiana!

Paradas estratégicas

Como o percurso tem inúmeras paradas para fotos, e há cafés e banheiros nos pontos estratégicos (exceto no P2, atenção!), a andança não fica tão puxada e o cansaço é compensado pela indescritível beleza do lugar. Mas, para quem não tem tanto preparo físico ou boa mobilidade, há os ônibus articulados, com paradas específicas, identificadas no mapa por ST1, ST2 e ST3.

atual28
O parque é bem sinalizado

Dicas de ouro!

Dica 1: leve água, frutas, biscoitos, barrinhas de cereais, chapéu e vista roupas e sapatos bem confortáveis, como tênis ou sandália tipo “papete” (moçoilas elegantes, salto alto nem pensar!). É proibido nadar, pescar, caçar, acampar, acender fogueiras, alimentar os animais, jogar lixo no chão e andar fora dos caminhos sinalizados!

lagos-plitvice-bote
Mesmo com essa água convidativa, é proibido nadar

Dica 2: a parte mais bonita e pitoresca do parque, a cereja do bolo, fica na entrada n° 1, na área situada entre os lagos Kaluderovac e Gavanovac, um verdadeiro cenário de conto de fadas, misturado com cenas do filme Avatar! Se você tiver pouco tempo para conhecer a região, não hesite e vá direto pra lá, de barco, saltando no P3, ou de ônibus, saltando no ST1!

Jack-Brauer
Lembra o filme “Avatar”, mas não é ficção!

Quando ir

Entre junho e agosto, que é o verão europeu, o sol aparece com frequência, mas é mais quente e cheio de turistas! Mas no parque, por conta das águas e da floresta, a tempertura é mais fresca, os lagos ficam límpidos e os dias são mais longos, então dá pra aproveitar bastante! No outono o local fica bem colorido, menos cheio e mais frio.

k-is-for-kani-plitvice-lakes-plitvicka-jezera-national-park-croatia-travel-diary-guide-tips-1
Parece uma pintura, mas é real!

Nós fomos em junho e aproveitamos cada segundo do parque e depois partimos felizes, em estado de êxtase por todas as maravilhas vistas naquele paraíso tão singular! Por mais bonitas que sejam as fotos, nada se compara a estar lá pessoalmente, sentindo a brisa agradável e o barulhinho bom das águas cristalinas desse lugar encantado! A vontade era ficar mais 1, 2, 3 dias, mas tínhamos que seguir o nosso roteiro…

Plitvice Lakes, Croatia - 18

Tchau paraíso na terra! Próxima parada: a bela e high tech Zadar!

About The Author

Deixe um Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Translate »
Close