O Mondial de La Bière 2016 foi um sucesso!

Fui, vi e bebi! E constatei que a organização do Mondial de La Bière 2016 foi se superou, aumentando os índices de espaço e de público, em relação às edições anteriores! Esse ano, 48 mil pessoas passaram pelos três armazéns do Pier Mauá, durante os cinco dias do festival! O evento entrou definitivamente para o calendário oficial do Rio de Janeiro, que agora conta com o VLT para se chegar e o Boulevard Olímpico todo bonitão e repaginado! 

Mondial de La Bière 2016
A prática chegada de VLT

Os récordes

O número de cervejarias participantes do Mondial de La Bière 2016 bateu o recorde, com 135 expositores e mais de mil rótulos, nacionais e internacionais. Entre os destaques do ano estão as cervejas envelhecidas em barris, prática antiga e tradicional na Bélgica, que também virou moda nos Estados Unidos e agora está se tornando cada vez mais comum no Brasil. Eu a-d-o-r-o as belgas, mas particularmente não gostei desse método…

Mondial de La Bière 2016
Bodebrown envelhecida em barris = alto teor alcoólico!

Diferentes produtores do Estado do Rio estiveram presentes no Mondial de La Bière 2016, então a “Rota Cervejeira Fluminense”, que reúne as empresas da região serrana, marcou uma boa presença, com um estande no Mondial de La Bière. A Federação de Indústrias do estado (Firjan) também levou outras cervejarias fluminenses e os seus produtos despertaram grande interesse no público. Ou seja, o setor não para de crescer!

Mondial de La Bière 2016
Rótulos, muitos rótulos, oba!

Os cursos

O Senai montou um espaço no Mondial de La Bière 2016 para divulgar seus cursos ligados à produção cervejeira. Segundo o órgão, mais de 600 pessoas se mostraram interessadas, então a intenção é ampliar as aulas, hoje concentradas na unidade da Tijuca. Em um primeiro momento, será montada uma estrutura em Petrópolis, devido à grande concentração de empresas do setor. É, o número de amantes da cerveja artesanal, quem sabe futuros produtores, também não para de crescer!  

Mondial de La Bière 2016
Eu e ele, ele e eu, uma paixão antiga!

As melhorias

Esta foi a terceira vez que participei do Mondial de La Bière, que tem melhorado a cada ano! Esta última edição teve várias novidades que deram muito certo, a começar pelo local, que contou com mais um armazém. A chegada de VLT também ficou mais ágil e o entorno estava pronto e totalmente revitalizado! O site oficial e a página do evento, no Facebook, também deram muitas dicas úteis!  

Mondial de La Bière 2016
Fácil e prático!

As novidades do Mondial de La Bière 2016

Caixas

Havia 30 “caixas volantes”, espalhados pelos 3 armazéns, para carregar o “Cartão Mondial” com créditos válidos durante os 5 dias do evento. O sistema foi aprovadíssimo e funcionava assim: o cliente escolhia o valor a ser creditado nesse cartão, pagava com o seu cartão de débito ou dinheiro e pronto, adeus filas (1)! A cada cerveja consumida, recebia-se um comprovante com o valor do crédito restante, então era só ir controlando o saldo, simples assim! Também havia mais 24 caixas fixos.

Mondial de La Bière 2016
Caixa volante

Copos

Os copos de brinde passaram a ter duas marcações, a nova de 100 ml e a outra já existente de 200 ml. Então, em todos os estandes podia-se escolher a dose maior ou a menor! Dessa maneira, os cervejeiros puderam degustar mais rótulos e as mulheres, que via de regra bebem menos, não saíram de lá empapuçadas!

Mondial de La Bière 2016
Ótima ideia!

Cardápios das cervejas

Além do mapa do evento disponível no site, que facilitava o caminho para se chegar até as cervejas preferidas, havia também o cardápio das cervejas, com a localização exata de cada expositor, os nomes de cada uma, estilos, teores alcoólicos e preços de cada dose (100 ou 200 ml)! Dava para pesquisar com antecedência no site do Mondial de La Bière 2016, estudar em casa qual seria a estratégia de consumo, imprimir e levar para o evento, prático né?

Mondial de La Bière 2016
Outra boa ideia!

Mais banheiros!

Adeus filas, pois a quantidade de banheiros aumentou na mesma proporção em que o evento cresceu! Eram vários toiletes, masculinos e femininos, dentro dos armazéns e também no varandão da parte externa. Aprovadíssimo!

Mondial de La Bière 2016
Meninas agora podem beber à vontade, sem passar sufoco!

Mais opções gastronômicas

A quantidade de food-trucks dobrou em relação à última edição e acho que eles deram conta do recado. Porém, aqui fica uma sugestão para os próximos anos, em termos de opções gourmet, que ainda podem e devem ser mais diversificadas (veja a dica mais abaixo).

Mondial de La Bière 2016
Os clássicos de sempre

Que vista

As mesinhas do lado de fora, entre um armazém e outro, também ficaram ótimas! Foi mais uma opção de lugar para descansar, comer, beber, conversar, paquerar, agora com o lindo Mural Etnias de um lado, e a bela vista da Baía de Guanabara, do outro!  

Mondial de La Bière 2016
Novo e agradável point

Palco ao ar livre

A nova localização do palco dos shows ficou…show! Antes era dentro do último armazém, então ficava barulhento, cheio, quente, atrapalhava a compra e o consumo das cervejas, não dava para conversar. Desta vez o palco ficou no varandão externo, entre o segundo e o terceiro armazéns, sem atrapalhar nada, e ainda funcionava como um “som ambiente” agradável para quem estava nas mesinhas externas, não tão de cara pro gol.

Mondial de La Bière 2016
Cada um no seu quadrado

Mais espaço

Ter contado com mais um armazém também foi fundamental! Como o evento cresceu muito, esse aumento de espaço deixou tudo mais fácil, agradável e menos entupido de gente. Claro que os estandes com as cervejas mais famosas e disputadas continuaram cheios, mas no geral, o evento teve mais fluidez e menos claustrofobia. O ar-condicionado também funcionou a contento, aliás, não lembro se tinha esse luxo no último evento…

Mondial de La Bière 2016
Mais espaço e conforto

Pode melhorar mais!

Tudo bem que hambúrguer, cachorro-quente, empanadas e bolinhos mil combinam sim com cerveja, mas acho que um filezinho acebolado, uma tábua de queijos e frios, uns espetinhos de carne e outras opções mais substanciais, e menos óbvias, cairiam muito bem. Fica a dica para o Mondial de La Bière 2017! De qualquer maneira, comi um Momo Dog delicioso, no pão feito de bolinho de arroz, linguiça artesanal e queijo flambado no maçarico!

14612573_1222851174442728_848576973523374211_o
Delícia!!!

Os vencedore do MBeer Contest

Veja abaixo o resultado do MBeer Contest, que elegeu os 14 melhores rótulos, selecionados por um júri de peso, com nomes brasileiros e internacionais, através de degustação às cegas. Foram 13 medalhas de ouro e uma de platina, e para os amantes e/ou estudiosos da cevada, aqui está a descrição detalhada de cada uma delas. Abaixo, a lista das vencedoras:

Medalha de Platina:
Bravo – Cervejaria Backer

Medalhas de ouro:
Noi Cioccolato – Noi Cervejaria Artesanal
Hopi – Mistura Clássica
Wäls Niobium – Wäls – Cerveja Arte
Hazy – Cerverjaria OverHop
Pazion – Cervejeria Zalaz
Darkhop – Cerverjaria OverHop
Cacau Wee – Bodebrown
#TBT – 3Cariocas
Wäls Dubbel – Wäls – Cerveja Arte
India White Ale – Three Monkeys Beer
Canudos – Motim
Mafia New York – Serra Verde

A votação do público

Já a votação das melhores cervejas do Mondial de La Bière 2016, feita pelo público, este ano foi diferente. Desta vez os visitantes tiveram uma semana para escolher seus rótulos preferidos. O voto foi online e o resultado foi revelado através das redes sociais. A grande vencedora foi a Overdrive, da Hocus Pocus; a IPA com toques de cacau “nibs” durante fervura e maturação, da Bodebrown, levou o 2º lugar; a Berliner Weisse, da Antuérpia, ficou com o 3º lugar. Uma melhor que a outra, todas inesquecíveis, parabéns! ❤️

Mondial de La Bière 2016: os vencedores
Parabéns aos vencedores do júri popular!

E até o próximo Mondial de La Bière 2017! Tomara que até lá meu Pé de Mé vinguis e dê frutis!  

Mondial de La Bière 2016
Meu pé de Cacildis, Biritis, Ditriguis e Forevis!

About The Author

Deixe um Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Translate »
Close